É mesmo obrigatório fazer o CPM
Preparativos

É mesmo obrigatório fazer o CPM?

 Acredito que não sou das poucas noivas que se perguntar “é mesmo obrigatório fazer o CPM?” . Bem, posso dizer-vos que em termos de igreja este não é obrigatório, tudo depende do padre que você quer, por muitos mais exigentes que os noivos passam por essa experiência por acharem ser essencial para um futuro a dois, enquanto outros acham apenas desnecessário .

Um casamento católico por norma implica um Curso de Preparação para o Matrimónio, o qual é feito antes de dar o nó. Para quem não sabe este curso, ajudar os noivos a prepararem-se para o casamento, tal como diz como siglas CPM, tendo em vista uma reflexão, um diálogo e uma orientação, normalmente, um tema para um dia não é um tomamos tanta atenção, porque só perante como situações e que saberemos como agir. Este curso é baseado em testemunhos de outros casais já casados ​​e toca temas como o divórcio, uma adopção, o aborto e tantos outros temas que pensamos sempre que nunca nos baterão à porta.

Tenho visto muitos outros noções em que colocam a questão de ser bem-sucedida. Você não está interessado, mas tem a mesma opinião que muitas vezes você sabe o que é que você está procurando. No entanto, por relatos que tenho visto, a maioria dos noivos que já frequentou o CPM até a valer a pena passar por essa experiência e abordar temas que às vezes nem sequer falaram entre si.

Mas bom, para quem ainda tem dúvidas dos objetivos do processo de preparação para o matrimónio (CPM), são eles:

⥴ Preparar o vosso matrimónio
⥴ Refletir sobre o vosso noivado
⥴ Dialogar sobre uma validade das vossas ideias e comportamentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *